O diretor de 'Rancor', Nicolas Pesce, diz que o filme de 2020 é 'muito mais fodido' do que J-Horror

'O Rancor' (2004)

Kenji Takeuchi / Colômbia / Kobal / Shutterstock

Depois de deixar sua marca no horror indie com sua estréia na diretoria em 2016, The Eyes of My Mother, o diretor Nicolas Pesce vai ao estúdio pela primeira vez com o lançamento de horror da Sony em 2020, The Grudge. O filme, também escrito por Pesce, é baseado no filme de terror japonês de Takashi Shimizu em 2003, “Ju-On”, que inspirou um remake em inglês de 2004, dirigido por Shimizu e estrelado por Sarah Michelle Gellar. Diferentemente do filme de terror com classificação PG-13 de Gellar, Pesce e Sony estão com uma classificação R difícil para 'The Grudge' desta vez, o que deve receber boas notícias para os fãs do horrível e perturbador 'The Eyes of My Mother' de Pesce.



Quando perguntado na Comic Con de Nova York como seu 'Rancor' seria diferente de todos os filmes anteriores da franquia (o filme de 2004 gerou duas sequências), Pesce prometeu que a abertura da Sony a uma classificação R resultaria no 'Rancor' mais perturbador ainda . 'O filme está muito mais fodido', disse o diretor. “Não que a onda de J-Horror no início dos anos 2000 não tenha estragado - mas isso é realmente fodido.

O gênero J-horror é conhecido por ser muito mais sangrento e perturbador do que os filmes de terror americanos, por isso é bastante promessa da parte de Pesce dizer que o 'rancor' de 2020 será ainda mais distorcido do que o original japonês de 2003. Pesce foi inflexível, seu 'rancor' não é uma reinicialização. Enquanto o diretor procurava filmes anteriores para moldar os ritmos de sua história (o filme mais uma vez conta histórias não lineares e várias narrativas), ele enfatizou 'não estamos refazendo a mesma história'.

'No que diz respeito às imagens, estava encontrando esse equilíbrio entre [visuais antigos e visuais novos]', disse Pesce. 'Estamos descobrindo os elementos principais que são exatamente como o rancor se expressa. Grande parte deste filme é sobre o fato de que isso pode acontecer em qualquer lugar e em qualquer lugar. Pode se espalhar como fogo. Ter certas pedras de toque era importante. Obviamente, com uma franquia, não queremos jogar tudo fora. Há certas coisas divertidas para os fãs verem novamente em um novo contexto com uma nova rodada. ”

Uma imagem famosa da franquia que reaparecerá em 'Rancor' de 2020 é uma mão emergindo da parte de trás da cabeça de um personagem enquanto está no chuveiro. 'Há homenagens e odes ao J-horror estilisticamente, mas é uma história e personagens totalmente novos', acrescentou Pesce. 'Tentamos encontrar novas maneiras de fazer coisas semelhantes que eles fizeram.'

'The Grudge', de Pesce, conta com Andrea Riseborough, Demián Bichir, John Cho, Betty Gilpin, Lin Shaye e Jacki Weaver. A Sony abrirá o filme nos cinemas em todo o país em 3 de janeiro.

Principais Artigos

Categoria

Reveja

Recursos

Notícia

Televisão

Conjunto De Ferramentas

Filme

Festivais

Avaliações

Prêmios

Bilheteria

Entrevistas

Clickables

Listas

Videogames

Podcast

Conteúdo Da Marca

Destaque Da Temporada De Prêmios

Caminhão De Filme

Influenciadores