Revisão: 'The Walking Dead' Temporada 6, Episódio 1, 'First Time Again': Rick Grimes e a Pedreira de Perdição


LEIA MAIS: O que 'The Walking Dead' finalmente deu certo nesta temporada (e o que poderia melhorar)





Anteriormente

Os Ricketeers foram recrutados pela sonolenta cidade de Alexandria, mas Rick entrou em conflito com a líder da cidade Deanna quando ela descobriu que sua solução para a maioria dos problemas é 'matar todo mundo antes que eles possam matar você'. Mas quando o marido de Deanna foi morto por um bêbado abusivo com uma espada de samurai, ela deu a Rick a permissão para executar o cara na frente de uma reunião inteira da cidade. Eis que Rick matou o cara na frente de seu velho amigo Morgan, que finalmente apanhados com nossos heróis.

Esta semana em ação zumbi

Esse aqui é um arrolhador. Acontece que Alexandria tem visto tão pouca atividade de caminhantes porque os caminhantes caíram em uma pedreira próxima cujas saídas são bloqueadas por caminhões. Infelizmente, um dos caminhões está em um penhasco precário e pode cair a qualquer dia, então Rick e sua turma inventam um esquema maluco para levar o tesouro dos zumbis para longe da cidade. Então, é claro, o caminhão cai cedo e nossos heróis precisam ficar despreparados e adiantados. Uma boa parte do episódio é assistida ao desenrolar do plano, e tudo é adequadamente tenso e emocionante.



A AMC deve ter realmente aberto as cordas da bolsa nesta temporada, porque temos muitas fotos aéreas dos números avassaladores da horda de zumbis, realmente voltando para casa como Alexandria seria tão ferrada se os zumbis seguissem seu caminho. Então, naturalmente, é exatamente isso que acontece no final do episódio, quando uma misteriosa explosão de chifre leva os zumbis para fora da pista e em direção à cidade. Caramba!



Realização em Grossness

Um dos zumbis na pedreira se espreme através de um espaço estreito e deixa a maior parte de sua pele para trás enquanto o faz. Neste ponto, os zumbis são tão macios que se consegue matar apenas balançando a cabeça contra uma parede improvisada.

Quão longe está longe demais?

A grande questão dessa estréia (e possivelmente da temporada) é se Rick passou ou não na curva. As partes deste episódio não dedicadas ao plano da pedreira são flashbacks mostrando o que aconteceu logo após o final da última temporada, iluminando a resposta dos outros personagens às ações de Rick. Deanna parece estar completamente a bordo do trem Rick, seguindo todas as suas sugestões, inclusive recusando enterrar Pete (o bêbado abusivo) dentro dos muros de Alexandria, uma idéia cuja praticidade parece precária na melhor das hipóteses.

Rick está andando em uma linha neste episódio em que algumas de suas sugestões são perfeitas (todos em Alexandria devem ser treinados em combate, porque vivem no Apocalipse Zumbi) e outros são kookaburra (assassinam todos que não concordam com você). Para o crédito do programa, há muitos personagens que não estão presentes na abordagem 'Rick atira primeiro, faça perguntas depois' de Rick. Morgan está lá para ter consciência, tentando gentilmente guiar Rick para posições menos extremas. E quando Rick ordena o fim da busca por novos residentes, Daryl não hesita em discordar. Depois que 'Fear The Walking Dead' pareceu abandonar qualquer pretensão de moralidade no final da primeira temporada, é bom ver que toda a franquia não seguiu o exemplo.

O grande conflito de Rick neste episódio é com Carter (interpretado com o máximo desagradável de Ethan Embry), que questiona o plano da pedreira e até sugere o assassinato de Rick para alguns moradores da cidade. É claro que Rick entra na conspiração ('eu teria colocado alguns vigias') e considera matar Carter, mas adia. É claro que, mais tarde, ele explica a Morgan que não foi um ato de misericórdia: 'Alguém assim, eles vão morrer, não importa o quê.' O juiz Rick deu seu veredicto!

Nesse caso, Rick acaba tendo razão, porque Carter tira o rosto de um zumbi bonito que parece lixo. E é claro que ele não para de gritar, então Rick o esfaqueia até a morte para calá-lo. Morgan e Michonne veem isso acontecer e, embora compreendam por que ele fez isso, eles não parecem muito empolgados.

tomates podres paddington 2

Um fragmento da humanidade

Muito mais do que um pingo esta semana! Há Morgan, é claro, tentando manter Rick no caminho certo. Além disso, Glen perdoou Nicholas por tentar assassiná-lo na última temporada e, para seu crédito, Nicholas parece realmente estar tentando ser um homem melhor, ajudando Glen e o recém-chegado Heath com uma parte crucial do grande plano de zumbis. Quando Maggie conta a Tara o que Nicholas fez e Tara se pergunta por que Glen o deixou ficar por perto, Maggie lembra que ela costumava correr com o governador. Sabe, o cara que decapitou o pai de Maggie. Mas Maggie ainda está feliz que Tara esteja por perto. Outro bom contraponto à crueldade de Rick.

Tara também fica na linha da noite quando acorda, vê Eugene e diz: “Graças a Deus. Nada aconteceu com seu cabelo. Amém, irmã.

Enquanto isso, Sasha parece ter trabalhado com seu TEPT e está em um lugar muito melhor. Abraão parece estar se comportando um pouco erraticamente, algo que Sasha definitivamente entende. O padre Gabriel ainda está por perto e parece estar se sentindo melhor também, mas Rick ainda não confia nele, que é uma das decisões mais sensatas deste episódio.

Ah, e Carol ainda está fingindo ser mansa, o que ainda domina. Mas Morgan percebe que ela é mais do que deixa transparecer, porque ele também governa.

Nota A-

LEIA MAIS: 8 programas de TV modernos onde ninguém está seguro



Principais Artigos

Categoria

Reveja

Recursos

Notícia

Televisão

Conjunto De Ferramentas

Filme

Festivais

Avaliações

Prêmios

Bilheteria

Entrevistas

Clickables

Listas

Videogames

Podcast

Conteúdo Da Marca

Destaque Da Temporada De Prêmios

Caminhão De Filme

Influenciadores